terça-feira, 22 de novembro de 2011

"O BOM SAMARITANO" OU "O BOM TRAVESTI" - RUBEM ALVES


E perguntaram a Jesus: "Quem é o meu próximo?" E ele lhes contou a seguinte parábola:

Voltava para sua casa, de madrugada, caminhando por uma rua escura, um garçom que trabalhara até tarde num restaurante. Ia cansado e triste. A vida de garçom é muito dura, trabalha-se muito e ganha-se pouco. Naquela mesma rua dois assaltantes estavam de tocaia, à espera de uma vítima. Vendo o homem assim tão indefeso saltaram sobre ele com armas na mão e disseram: "Vá passando a carteira". O garçom não resistiu. Deu-lhes a carteira. Mas o dinheiro era pouco e por isso, por ter tão pouco dinheiro na carteira, os assaltantes o espancaram brutalmente, deixando-o desacordado no chão.

Às primeiras horas da manhã passava por aquela mesma rua um padre no seu carro, a caminho da igreja onde celebraria a missa. Vendo aquele homem caído, ele se compadeceu, parou o caro, foi até ele e o consolou com palavras religiosas: "Meu irmão, é assim mesmo. Esse mundo é um vale de lágrimas. Mas console-se: Jesus Cristo sofreu mais que você." Ditas estas palavras ele o benzeu com o sinal da cruz e fez-lhe um gesto sacerdotal de absolvição de pecados: "Ego te absolvo..." Levantou-se então, voltou para o carro e guiou para a missa, feliz por ter consolado aquele homem com as palavras da religião.

Passados alguns minutos, passava por aquela mesma rua um pastor evangélico, a caminho da sua igreja, onde iria dirigir uma reunião de oração matutina. Vendo o homem caído, que nesse momento se mexia e gemia, parou o seu carro, desceu, foi até ele e lhe perguntou, baixinho: "Você já tem Cristo no seu coração? Isso que lhe aconteceu foi enviado por Deus! Tudo o que acontece é pela vontade de Deus! Você não vai à igreja. Pois, por meio dessa provação, Deus o está chamando ao arrependimento. Sem Cristo no coração sua alma irá para o inferno. Arrependa-se dos seus pecados. Aceite Cristo como seu salvador e seus problemas serão resolvidos!" O homem gemeu mais uma vez e o pastor interpretou o seu gemido como a aceitação do Cristo no coração. Disse, então, "aleluia!" e voltou para o carro feliz por Deus lhe ter permitido salvar mais uma alma.

Uma hora depois passava por aquela rua um líder espírita que, vendo o homem caído, aproximou-se dele e lhe disse: "Isso que lhe aconteceu não aconteceu por acidente. Nada acontece por acidente. A vida humana é regida pela lei do karma: as dívidas que se contraem numa encarnação têm de ser pagas na outra. Você está pagando por algo que você fez numa encarnação passada. Pode ser, mesmo, que você tenha feito a alguém aquilo que os ladrões lhe fizeram. Mas agora sua dívida está paga. Seja, portanto, agradecido aos ladrões: eles lhe fizeram um bem. Seu espírito está agora livre dessa dívida e você poderá continuar a evoluir." Colocou suas mãos na cabeça do ferido, deu-lhe um passe, levantou-se, voltou para o carro, maravilhado da justiça da lei do karma.

O sol já ia alto quanto por ali passou um travesti, cabelo louro, brincos nas orelhas, pulseiras nos braços, boca pintada de batom. Vendo o homem caído, parou sua motocicleta, foi até ele e sem dizer uma única palavra tomou-o nos seus braços, colocou-o na motocicleta e o levou para o pronto socorro de um hospital, entregando-o aos cuidados médicos. E enquanto os médicos e enfermeiras estavam distraídos, tirou do seu próprio bolso todo o dinheiro que tinha e o colocou no bolso do homem ferido.

Terminada a estória, Jesus se voltou para seus ouvintes. Eles o olhavam com ódio. Jesus os olhou com amor e lhes perguntou: "Quem foi o próximo do homem ferido?"
 Rubem Alves

domingo, 20 de novembro de 2011

PENSANDO...


Mais tarde do que nunca, nos esquecemos de que estamos vivos
E corremos atrás de algo que no momento é um estimulo instintivo para o nada
De onde decorrem todas as angustias do ser
Que diz que ascende, para cima, em direção a Deus que uns dizem ser uma ilusão
Ou coisa verdadeira tão quanto à verdade
Quando se pega uma pedra na mão e se sente o peso e o poder daquela pedra
Mas é simplesmente uma pedra
Quantas mais ilusões nos venderão como o segredo de tudo?
Se não acredito nem mais em mim, em quem ou o que acreditarei?
E o amor? Será tudo uma mentira?
Aonde ele fica, nessa historia? Porque ele sempre ta metido.
Esse amor é um baita chato que fica se metendo nas histórias dos outros.
E mentem dizendo que é necessário sofrer para ser feliz!
Ele não tem nada a ver, mas sempre se mete.
Baita chato!
E dizem que não gostar de deus ou debochar do amor é errado. Mas eu acho isso um erro!
E quem irá dizer que não existe razão?!
A dor e o sorriso do infinito não param mais...

terça-feira, 15 de novembro de 2011

INTELIGÊNCIA : SENTIMENTO X PENSAMENTO


Inteligência: Sentimento X Pensamento
Tecnologia Mental

O Pensamento Inteligente

Pensamento (idéia lógica inteligente)

Posteriormente, se essa idéia não se aprimorar, pode virar um vício de pensamento (origem dos vícios)

Vício de Pensamento

Como sair do Vício de Pensamento? (observa-se que isso já é um novo pensamento)

Portanto

Pensamento X Pensamento

Para sair do Vício de Pensamento é necessário Pensar o Pensamento

Como se faz para pensar o pensamento?

Sentir X Pensamento

Pensar X Sentimento (Sentir X Pensamento)X(Pensar X Sentimento)

Repensar X Pensamento (Ressentir X Sentimento)

Novo Pensamento (com nova lógica) & Novo Sentimento (sentimento saudável)


Pensamento Inteligente

Neurose, metatumor, tumor mental;
Vício de Pensamento;
Todos nós temos nossos vícios de pensamento ou neuroses.
São como pensamentos repetitivos ou compulsivos, que ficam dando looping em si mesmo, sem sair do lugar, sem produzir nada, pelo contrário, acaba por atrapalhar todo o sistema, atrasá-lo e consumir sua energia, levando ao nada, ao buraco negro, ao vazio, posteriormente à morte.
Idéias fixas, que não saem da cabeça, intoxicando-a e posteriormente causando sintomas: no humor, na linguagem, na comunicação, na cognição, na aprendizagem, na percepção e na conduta. “Pensamento burro e doentio!”.

À medida que se abrem as portas dos sentimentos, abrem-se também as possibilidades de solução e intuição, para quebrar e curar o pensamento burro doentio. Essas ferramentas já nos são dadas desde crianças e aprendemos a usá-las desde lá. A criança é especialista, ou melhor, expert em utilizar os sentimentos de maneira saudável.
Quebrar a “velha lógica”, “lógica viciada” pela “nova, atualizada e sofisticada lógica”...

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

TECNOLOGIA MENTAL



Tecnologia Mental

Todos os sábios já avisaram!
Neste instante, nesta vida, neste exato momento eterno chega até nós todo o conhecimento divino!
Comandos estelares acionam canhões de luz para nos iluminar. Mas conseguiremos nós ser iluminados? Veremos nós a luz nesse escuro do dia e da noite?

Tecnologia mental. A nova tecnologia.

Artefatos mentais específicos, objetos metafísicos especializados, como pílulas ou bisturis que cortam nossa velha carne mental e nos libertam dos vícios antigos, libertando-nos de nós mesmos e trazendo a luz em forma de pílula, medicamento, remédio para a alma.

Tecnologia mental.
Os sábios avisaram.

O tempo não é uma linha reta e sim uma espiral ascendente, como o fogo!

Nada mais importa!

O que importa é entrar na sala branca da neutralidade.
Ali é o útero onde chovem as pílulas e bisturis de luz enviados pelos canhões de luz dos comandos estelares... ali é a sala de cura.

Entrar na sala é uma necessidade ou uma opção? Trata-se de necessidade para aquele que percebe que ali tem mais pílulas que bisturis.
Fora dalí não se sabe, pois nada mais importa!

Nova tecnologia mental.

Aparelhos tecnológicos multidimensionais:
Observar-se de fora?
Fé e despreocupação?
Indiferença?
Manobras mentais, acima do egoísmo humano.

A membrana quântica que separa a 3ª dimensão do tempo/espaço e demais dimensões está mais porosa, permissiva, aberta.
Acessar as outras dimensões, novos canais, novos portais... tornar-se multidimensionalmente lúcido .
Sair da inércia, um novo eu, transmutação.
Mas não lutar contra a ignorância, pois só o silêncio importa para ouvir a chuva.

Observar as plantas, os animais, os minerais e toda a natureza que nos grita aos novos ouvidos e novos órgãos mentais.
Aprender pelo raciocínio e lógica da nova tecnologia, já à serviço e operacional. Os ouvidos tornam-se melhores que os olhos, pois o julgamento é menor e antecipa a distância.
Antever e anteouvir é coisa do esperto.
Múltiplas dimensões...
Múltiplas vidas...
Múltiplos parentes e amigos...
Múltiplos amores e ódios...
Múltiplas músicas tocando ao mesmo tempo.

Como dançar essa dança?
Como lembrar quem já fui?
E se lembrar, que peso isso tem nesse momento de minha vida?
Como saber se houve algum planejamento para essa minha vida?
Eu que planejei?
Que desafios teria eu feito para mim mesmo?
Conseguirei eu cumprir meus próprios desafios?
E meus amores? E minhas dores? Atuais ou antigas, o que faço com elas?

Uma só consciência!

Não tenho outra saída se não entrar na sala branca para lá me regenerar, me limpar e renascer.

...............................................................................

O mel do inferno.

Não que eu goste do que vá escrever, mas o mel do inferno é um lugar onde agente é pendurado por uma corda e mergulhado num mel fervente.
O mel vira como uma pele, uma casca e é absorvido até as entranhas.
Depois ele seca.
E quando cai, vira ouro.

domingo, 25 de setembro de 2011

VALDO VIEIRA DESCE O PAU NA CIÊNCIA E NA RELIGIÃO!


-Miméticologia...
-Vão pra 300 anos...
-Principio da descrença, cosmoética, evolução, prioridade, reciclagem, reaprendência...
-Democracia
-Tudo baseado em parafatos. Aí é o pior das coisas!
-Aí vem os amparadores e ajudam!

NOMADE - Murillo Da Rós



Existem coisas que falam mais do que mil palavras!


sábado, 24 de setembro de 2011

EVOLUÇÃO ILIMITADA - AndreMarianoPoeta




A interpretação que AndreMarianoPoeta faz, e sendo sua obra própria, com produção e edição própria.

Comparo aos marceneiros, alfaiates, catadores e lapidadores!

Poesia de elevado grau e conhecimento!

Parabéns AndreMarianoPoeta!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

PRIMAVERA


ANUNCIAÇÃO

Surdo murmúrio do rio,
Sandro Botticelli-A Primavera
a deslizar, pausado, na planura.
Mensageiro moroso
dum recado comprido,
dí-lo sem pressa ao alarmado ouvido
dos salgueirais:
a neve derreteu
nos pícaros da serra;
o gado berra
dentro dos currais,
a lembrar os zagais
o fim do cativeiro;
anda no ar um perfumado cheiro
a terra revolvida;
o vento emudeceu;
a sol desceu;
a primavera vai chegar, florida.

                                 Miguel Torga


terça-feira, 13 de setembro de 2011

O ENIGMA DO INT/FERNO - JUNG


Enquanto a natureza mostra sua grande força e poder de reciclagem, destruindo o “velho” para poder ressurgir o “novo”, com catástrofes, inundações, queimadas..., ressentemente vividas aqui em SC, MG, China, e outros pontos do globo terrestre; um verdadeiro inferno para muitos viventes; eu, minha companheira e meus amigos estávamos rumando para o Congresso Psicanalítico Junguiano intitulado “O LADO MAL DITO DE JUNG”.
            Um dos maiores pensa dores e intui dores da mente e espírito humano escreveu uma gigantesca obra, expondo seu espírito e óptica, de maneira muito intensa e viva. O último livro de Jung foi recentemente editado, chamado “O LIVRO VERMELHO / LIBER NOVUS” por SONU SHAMDASANI, altamente ilustrado por Jung, conta de sua “decida ao inferno” e da importância dessa ousada odisséia.
            Alguns dos temas das palestras do congresso eram: O Corpo que Chora, Alma do Mundo e Sincronicidade, Para Além do Espaço e do Tempo, A Hora da Maldição, A Alquimia do Maldito, dentre outros.
            Falecido há 50 anos, Jung ainda é um dos homens que viveram no futuro, pois ainda não temos como abarcar o conhecimento desse grande gênio, que nos deixa esse legado para ainda ser minuciosamente estudado.

            Assim como Galileu foi condenado a morar em um monastério até sua morte por afirmar que a terra era redonda, Jung ainda é condenado no meio acadêmico, acusado de muitas coisas por aqueles que se dizem donos do saber.

            Durante o congresso, eu abri meu caderno de anotações e escrevi as seguintes palavras:

            “O Enigma InT/Ferno
            Como ser realmente HUMANO?
            Como se ainda não fosse!
            A primeira coisa É realmente admitir-se HUMANO.
            A segunda é que ainda não se é HUMANO.
            A terceira e querer realmente ser HUMANO.
            A quarta é enfrentar o próprio inferno de ser HUMANO!
            Para depois ir ao SEU CÉU!!!


            O CÉU e o INFERNO nunca morrem.
            Tentamos, insistentemente, matar o céu e o inferno.
            Ambos estão no sol, nas estrelas.
            E principalmente no céu e na terra, aqui e agora.
            O céu e o inferno vêm da consciência.
            O casamento do céu e do inferno é aqui e agora.

            E para quem busca o céu, uma coisa é certa:
Necessariamente deve-se passar pelo inferno!
Ir ao inferno voluntariamente, munido de força e coragem, é coisa dos fortes.
Pois para os fracos resta ser pego pelo inferno, coisa inevitável.

Para ir ao céu é necessário matar-se no inferno e ressuscitar-se aos céus.
Ir ao inferno é caminhar a esmo sabendo onde se está indo.

Qual é o enigma?
Viajar ao inferno para reconhecer as dores e, só assim, saná-las.
Não é necessário salvar os mortos, e sim, dar seqüência ao seu legado!
Livrar-se dos conceitos e pré-conceitos.

Como sair do inferno?
Para sair do inferno e ir ao céu, é necessário perder o medo da vida e
Aceitar a própria morte!
                      E só assim seremos inteiramente HUMANOS!”

A natureza está curando-se de seus males e parece que profeticamente essa é uma tendência necessária da GRANDE MÃE nos tempos vindouros.
Portanto a natureza nos mostra seu PRECIOSO INT/FERNO!
Acredito que aqueles que entriverem em sintonia com esse conhecimento, estarão amparados por ela.

Lá durante o congresso, tive o "privilégio" de viver meu próprio inT/Ferno de uma maneira branda mas não menos ardente.

Vivamos nossos INT/FERNOS com consciência, e assim ascendermos aos CÉUS!!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

IMPERDÍVEL




ORAÇÃO AO TEMPO

Oração ao Tempo

És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo tempo tempo tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo tempo tempo tempo

Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo

Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo tempo tempo tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo tempo tempo tempo

Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo tempo tempo tempo
Ouve bem o que eu te digo
Tempo tempo tempo tempo

Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo

De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo

O que usaremos pra isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e migo
Tempo tempo tempo tempo

E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo tempo tempo tempo
Não serei nem terás sido
Tempo tempo tempo tempo

Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo

Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo

Caetano Veloso

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

SORRISO!



O que é o sorriso?
.
Uma expressão facial, onde são utilizados 23 músculos (de cada lado) em perfeita harmonia, que se contraem automaticamente, concomitante com um sentimento muito agradável e prazeroso, geralmente quando se vislumbra alguém que se gosta muito.

-Que jeito mais mecânico de descrever um sorriso!

Tento novamente...

Sorrir naturalmente é a materialização da felicidade na face daquele que sente.

Melhorou!

Mas o melhor de tudo:

 “O sorriso da mulher amada é a coisa mais deliciosa que pode existir!
  O resto é resto...”

Isso é bem verdade!!!

SORRIAM!!! :)

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Debaixo D´agua




Somos um bebê, com medo de nascer!

Acreditamos estar dentro de um ovo de proteção. Invencíveis e intocáveis.
Acreditamos e criamos num útero para retornar para dentro, ou assim desejamos sem desejar.
.
Crianças com medo da vida, medo de viver,
Pois ainda não sabemos como. E será que saberemos?
E será que realmente não sabemos?

A luz (do nascimento) ainda ofusca nossos olhos

Sentimo-nos sozinhos. Estranhos de si mesmo, sozinhos na multidão
Sem compreensão Sem compreender

Queremos um colo! O colo da mãe e a proteção do pai
Queremos comer pelo umbigo e não fazer esforço algum
Queremos um lugar quente e aconchegante para deitar, descansar, dormir e sonhar.

Preguiçosos, viciados em amor!

Ainda não nascemos!

Ainda não acordamos para a vida
Ainda não nos levantamos para ver o tempo lá fora
Ainda não aprendemos a respirar
Ou ficamos ofegante ou “sem ar”
Ainda vivemos presos dentro de nós mesmos

Temos medo de sentir dor.
Temo medo de ser ferido.
Temos medo da luz do dia.
Temos medo de morrer (mesmo sem ainda nascer).
Medo da perda, medo de perder, medo de ser abandonado.
Medo da saudade, medo do amor, medo do medo.

Ainda temos medo de passar pela vagina do mundo, a janela da vida e ver lá fora!
Pois lá teremos que nos virar por si próprios, e sabemos que lá realmente estaremos sozinhos
Mas todos que já passaram pela janela da vida sabem que estão sozinhos e, portanto,
sentem-se unidos com todos os outros!
Morrer em vida! para renascer e viver.
Sair do útero e atravessar o canal de nascimento é morrer para o passado e nascer para o futuro.

Sentimos nojo de tudo, sendo que os sujos, contaminados e impuros somos nós.
Sujos no pensamento, sujos de medo, sujos de raiva e ódio, sujos do vazio e do escuro.
Julgamos tudo.

Não existe solidão!!
Vamos para a luz!! Vamos! Vamos! Não demore!!
Respiramos agora!!

Vamos corajosos, completos, plenos, serenos, saudáveis, sem perdão, sem pecado,
sem fome, sem friu, sem medo, eternos no momento, todo dia!

Nascemos agora!
Choramos agora!
Respiremos agora!
VIVAMOS AGORA!!!
VIVA VIDA! ! TODO DIA! !

VAMOS!!!

NASCAMOS AGORA! !


Recados




sábado, 23 de julho de 2011

ÍNDIGO







 A nova geração de GRANDES GÊNIOS da humanidade já chegou!! E estão chegando mais!!!!

quinta-feira, 21 de julho de 2011

A HERANÇA UNIVERSAL




Se tiver um tempo livre, não perca! Um Ser Iluminado!!!

terça-feira, 19 de julho de 2011

SOLDADOS DO AMOR



Pedimos saúde, para lutar mais pela saúde;
Pedimos alegria, para lutar mais pela alegria;
Pedimos paz, para lutar mais pela paz;
Pedimos justiça, para lutar mais pela justiça;
Pedimos força, para lutar mais pela força;
Pedimos dignidade, para lutar mais pela dignidade;
Pedimos sabedoria, para lutar mais pela sabedoria;
Pedimos inspiração, para lutar mais pela inspiração;
Pedimos luz, para lutar mais pela luz;
Pedimos amor, para lutar mais pelo amor.
Somos os Soldados do Amor.
Essas são nossas armas e estamos alertas!!!



segunda-feira, 11 de julho de 2011

A MATÉRIA AMOR!

A alma, enquanto alma, não tem uma identidade única nem definida. Ela é mais como uma nuvem de música.
            Matéria volátil que canta uma idéia e encanta com sua essência.
            Ela transcende o tempo e o espaço, pois não tem idade nem tamanho.
            Essa essência, já é feita de outra matéria, mais volátil, ou melhor, mais sutil, do que a nuvem de música. Essa essência é feita da MATÉRIA AMOR!

quarta-feira, 6 de julho de 2011

DESCANSANDO NA LUA!


            Às vezes me vejo sentado na lua; naquela quando fica na forma de um sorriso; lendo um livro, tomando um chimarrão, pensando na vida e em como ajudar meus pacientes.
            Imagino-me olhando pro Planeta Mãe e observando o caos que acontece, e olhando para as estrelas vendo a beleza do universo, com seus ciclos perfeitos, das estações, dos anos, dos séculos...
Serra Pelada
            Faço minhas perguntas para as constelações do zodíaco, esperando respostas de como continuar na labuta com os pacientes e sinto que me torno paciente, mas no sentido de ter paciência e fé, para que todos nós consigamos evoluir e aprender a arte de viver bem.
            Desses ciclos universais, vejo que a perfeição à de chegar e iluminar todas as consciências e esquentar os corações sofridos e gelados daqueles que ainda tem dificuldade nesse caminho diário.
            A lua e os outros astros me transmitem paz e sabedoria dessa mecânica celeste do, e chegará o dia em que nosso formigueiro humano se adaptará a essa mecânica da vida e perceberemos que é, sim, o amor e a fraternidade que gera todo esse movimento divino.
            Como um soldado desse formigueiro; descanso, estudo, tomo meu chimarrão e logo volto para a árdua batalha pela paz exterior e interior, minha e de todos nós.
            Não podemos nos entregar pros homens de jeito nenhum! Amigos e companheiros!
            Força companheiros! Descansemos e logo retornemos à guerra, ciente de nossa função de avançar as tropas na direção dos nossos objetivos.
            Força companheiros! Para bramirmos nossas espadas de luz e verdade, com imponência e dedicação rumo ao futuro que nos espera!


domingo, 3 de julho de 2011

COMO DOIS ANIMAIS



 

Como Dois Animais

                    Uma moça bonita de olhar agatiado
                    Deixou em pedaços o meu coração
            E uma onça pintada e seu tiro certeiro
            Deixou os meus nervos de aço no chão
            Mas, uma moça bonita de olhar agatiado
            Deixou em pedaços o meu coração
            E uma onça pintada e seu tiro certeiro
            Deixou os meus nervos de aço no chão
            Foi mistério e segredo e muito mais,
            Foi divino brinquedo e muito mais
            Se amar como dois animais
Mas meu olhar vagabundo e cachorro vadio
Olhava pintada e ela estava no cio
E era um cão vagabundo e uma onça pintada
Se amando na praça como os animais
E era um cão vagabundo e uma onça pintada
Se amando na praça como os animais
Foi mistério e segredo e muito mais,
Foi divino brinquedo e muito mais
Se amar como dois animais
A volta dos cabarés,
A volta dos cabarés, eu sou um velho faceta, Seu Valença, o Camaleão das folhagens
Foi mistério e segredo e muito mais,
Foi divino brinquedo e muito mais
Se amar como dois animais





segunda-feira, 20 de junho de 2011

ORAÇÃO!

A BANDA MAIS BONITA DA CIDADE
Praticamente um Mantra!!


D
Meu amor;
           A              D
Essa é a última Oração;
    A                   G
Prá salvar seu coração;
 a
Coração não é tão simples quanto pensa;
a
Nele cabe o que não cabe na dispensa;
  A           D              
Cabe o meu amor;
A            
Cabem três vidas inteiras;
 G            
Cabe uma penteadeira;
     D                          A
Cabe nós dois;
       D
Cabe até o meu amor!



Notas musicais por Jandara Rebelatto

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Energia Dura: Elemento Terra



Então surge a MATÉRIA, a última energia a surgir na criação do universo.
Após a gênese do universo, do big-bang, a matéria foi a energia que “sobrou” da explosão e ganhou forma física. Vale ressaltar que no universo existem 90% de anti-matéria e energia escura e 10% de matéria, energia dura. Como vivemos rodeados de matéria, temos a sensação de que é somente isso que existe, mas é uma triste ilusão; pois essa proporção também se mantém a nossa volta e somos praticamente cegos (inconscientes) para 90% das coisas que nos rodeiam (externa e internamente).
Esse presente divino, 10% de energia dura, é o recurso que sustenta toda a existência no planeta. A base de tudo. Mas grande parte da matéria o homem tornou perigosa! Pois dela, o julgamento primitivo não escapou, pois ainda não compreendemos a verdadeira importância nem a essência ou o propósito da matéria e nos limitamos em julgar sem critério e “somente tiramos proveito” dela.
Bonita ou feia? Certa ou errada? Dura ou mole? Boa ou má?...
A razão, a beleza e o dinheiro ganham muita importância na matéria e aí está seu poder e perigo.

De onde vem a matéria?
Ela é a concretização - visível e maleável – da consciência.
A consciência “vem”, de muito longe, e vira matéria.
Como se uma implosão de energia se aglomerasse através das atrações entre as partes semelhantes (gravitação) e se condensasse até virar matéria.
Ali é que acontece tudo. Na concretização da consciência. Na matéria!

Energia Dura! Que se pega firme com as mãos e não escorre pelos dedos. Nela os 5 sentidos humanos se deleitam e dão vida a ela; dura, pesada, absoluta, inflexível, implacável e impecável. Ela é o que é e “ponto final”. Não existe “dúvida” na matéria, pois é conhecida e facilmente reconhecida através da razão (ciência), da beleza e do juízo de valor. É uma energia que "seduz"!

A Energia Telúrica (tellus = terra em latim) é a energia que transita dentro do planeta terra, responsável pelo movimento das camadas desde o núcleo, magma, placas tectônicas até a superfície da crosta terrestre. É nela que, por exemplo, as arvores e plantas se apóiam e se alimentam, apoiando suas raízes e extraindo a sua energia vital, ganhando firmeza e sustentação. É dela que surge a força gravitacional do planeta. Tanta matéria em movimento, comprimidas a pressões exercidas por todo peso do planeta, concentrada no núcleodo planeta, quente e denso, gera lei universal da gravidade, lei da atração entre os corpos, na aceleração de 9,8m/s2 responsável por dar forma física a toda a matéria que está sobre a Terra. Energia Dura!

E por que ela é perigosa?
Ela em si não oferece perigo algum, porém depois de concretizada, ela pode ser utilizada de infinitas maneiras. Na natureza ela sempre esteve em perfeita harmonia, mas o homem “ainda primitivo” trouxe outra conotação e distorceu sua utilidade, tornando-a maléfica e desequilibradora, deixando-se seduzir pelas suas qualidades. Quando bem utilizada para subsistência, alimentação, moradia, locomoção (etc) não acontece desequilíbrio. Porém, por sua facilidade de manuseio, o homem conseguiu evoluir bastante com as plantações, industrialização, tecnologia, comércio, comunicação, deslocamento intercontinental, cidades (etc), mas perdeu a medida a ponto de comprometer a estabilidade do planeta.  A consciência humana coletiva do planeta está doente e cega para os outros valores. A “holoconsciência” humana ainda encontra-se muito primitiva. Na verdade já esteve mais evoluída em outras épocas e voltou a “emburrecer”. Principalmente o lado ocidental do planeta com seus valores hostis. A maior prova dessa estupidez humana foi o uso indevido do conhecimento natural, descoberto por Albert Einstein que formulou E=m.c2 e foi deturpado para a fabricação de bombas atômicas.
O que são as guerras se não uma disputa pela TERRA? Qual é a explicação para preferirmos destruir em vez de cooperar saudavelmente? Que tamanho narcisismo infantil destruidor é esse?

A grande massa humanóide ainda não compreendeu que o “manuseio” dos sentimentos e da consciência são muito mais “valorosos” e úteis do que o simples manuseio material. Esse conhecimento da natureza já existe ha tanto tempo mas ainda penamos para percebê-lo e aplicá-lo.

Hierarquicamente falando a consciência está acima dos sentimentos que está acima da matéria e é necessário um urgente reequilíbrio nessa interação.

Portanto, a melhor conduta é “fazer matéria” de maneira saudável e madura, utilizando a vontade e a força livremente através da consciência evoluída que a natureza ensina há todos nós, reciclando e reconstruindo o micro e macrocosmo em que vivemos.
É o ato de “fazer” que liga a razão, o pensamento até à Energia Dura. Fazer, através da vontade, transforma pensamento em matéria. Para isso é necessário consciência!
Reciclar a Energia Dura, de maneira saudável e produtiva para todos, gerando um movimento evolutivo e interativo dessa energia.
 

terça-feira, 24 de maio de 2011

“A Arte da Vida” & “A Porta para o Infinito”


Sentados ao pé de uma figueira, o mestre e seu discípulo dialogam:
-A vida na terra, na Mãe Terra, é uma arte. – diz o mestre.
-Eu já li isso antes em algum lugar!!! Disso eu entendo...- responde o menino empolgado.
-Claro que sabe! Você sabe que a vida na terra é o mais importante.
 A arte consiste em viver nela, mas não “depender” dela! Ser auto-suficiente é ser totalmente livre, ou seja, não se agarrar em nada para “sobreviver” e sim “viver livre”.
-Fazer contato com a vida é amar? – Intui o pequeno gafanhoto.
-Amar a vida é não depender de nada. Nem da própria vida. Isso é PSICOLIBERDADE!! Quando não se tem nada, é que realmente se tem tudo.- acrescenta o barbudo.
Só existe o agora. O aqui e o agora. Passado, presente e futuro não existem! É uma invenção assim como o relógio e o computador. E cada segundo é importante e uma possibilidade de ir adiante.
Maturando e evoluindo. Vivendo!
-Mas mestre, e eu que sou tão pequeno, como posso ter todo esse amor?
-Olhando para dentro! Você pode ser pequeno, mas você foi feito de uma coisa que é infinita, e é só entrar em contato com essa essência. Mas não se apavore nem se apresse, pois isso exige esforço e prática como tudo. Comesse pelo mais simples, pelos mais próximos, e logo você verá a porta para o infinito...

terça-feira, 17 de maio de 2011

Parar de errar é o primeiro passo para começar a acertar. Consciência&Amor!!


Na estrada que escolhi para trilhar me propus a ajudar àqueles com quem me encontro no meio do caminho.
Se é muita pretensão a minha, essa de querer ajudar, pelo menos é assim que me convenci.
Nesses encontros e desencontros, com olhos finos e apurados, me reencontrei num lugar infantil/maduro, onde tudo é muito óbvio e claro; sem papas na língua.
E nesse momento me vieram claramente 2 temas:

1) Para começar a acertar, primeiro é necessário parar de errar.
O erro nunca é exclusivamente pessoal, em dois sentidos:
a) Quando “erramos” também podemos estar prejudicando o outro; e mesmo que o único prejudicado sejamos nós mesmos, acabamos prejudicando quem está próximo da gente.
b)O erro é impessoal, ou seja, somo simplesmente reflexo do erro que sempre houve e se repetiu através dos tempos, e no momento ele se propaga através de nós. Sempre houve os mesmos erros. Quando é que vamos deixar de sermos “idiotas errantes”?

2) A consciência do amor.
Consciência&Amor. Esses são os dois caminhos que “não tem erro”, pois eles transcendem o certo/errado. Estão em outra esfera acima das leis e da moral humana. Lá não existe acertar ou errar, existe lucidez e evolução.
Somente com a lucidez na consciência é que deixamos de ser esse veículo involuntário do “erro”. Por acaso alguém gosta de “errar”? Como saber o que é “certo ou errado”?
Com a lucidez, tornamo-nos senhores de si, podendo escolher o que fazer, e independente do que seja feito, será uma atitude com consciência e isso é que transcende o erro.
Escolher o que fazer é que torna aquilo um acerto! Esquecemos que fazemos coisas, repetidamente, sem ter realmente uma clareza de porque fazemos aquilo, e repetimos, repetimos, como ratinhos de laboratório. Isso é que é “errar”.
Quando adquirimos lucidez de consciência, “abrimos os olhos” e agimos pela própria vontade.

O próximo passo é ir em direção ao “Amor ao Próximo”, e só aí estaremos na direção do acerto.
É difícil falar sobre isso, pois essa expressão já está tão carregada de outros sentidos, religiosos, sexuais, homossexuais, egoístas, chavões; além disso as pessoas evitam conversar sobre assuntos ditos “tabus” como sexo, morte, inclusive amor – sem segundos interesses ou preconceitos, de maneira impessoal e natural. Ainda são crianças mimadas e acham que o mundo ainda é somente delas. Sinto-me um privilegiado quanto a isso: poder falar naturalmente com as pessoas daquilo que realmente importa.
Desprover essas palavras de qualquer e todos os outros sentidos anteriores e simplesmente enxergar o que isso quer dizer e somente isso, é muito difícil, mas não encontro outra expressão realmente. Talvez eu pudesse falar de altruísmo, amizade, força, capacidade, cura, saúde, cumplicidade, evolução, inteligência, sabedoria ou até mesmo magia, mas poucos entenderiam por esses termos; então mesmo carregada de estigmas eu ainda aposto, com todas as minhas forças nessa expressão; e lhes garanto: ela não tem erro: “Amor ao Próximo” .

Por quê vos digo isso?

Justifico-me baseado nas experiências de consultório. Todos os dias venho com todo o prazer, depois de minhas meditações, ajudar as pessoas a se libertarem de suas amarras internas que estão lhes causando sofrimento.
Muitas delas com problemas no trabalho, na família, no relacionamento, perdas, doenças, drogas, e não vai muito além disso. Depois de investigar bem todos os pormenores de como o sofrimento se instalou naquela alma, não tenho como fugir dessa conclusão. Excesso de raiva, obstinação, repetir o mesmo erro, dores no corpo...
Faltou amor em algum ponto da história: amor próprio, perdão, amor desinteressado, AMOR; faltou... E é por aí o caminho da cura, já testado e comprovado por mim. E amar não é dar o peixe, é ensinar a pescar (amar não é somente dar amor, é ensinar a amar).
Chamo isso de AMOR CLÍNICO!!

Como? Muito simples!!

Quando acordo pela manhã, abro a janela, inspiro profundamente, abro os braços, exponho o peito pra fora e GRITO BEM ALTO EM PENSAMENTO: - EEEUUUU AAAAAAMMMMMOOOOOOOOOOOOOO!!!!! AMO AMO AMO!!! AAAAMMOOOOOO!!!!!
Daí começa a faltar o ar, de tanto amor, e expiro todo o amor pra fora, devolvendo o amor recebido e vou para o trabalho...

Não é fácil, mas é simples assim!!


Obs: Acho que hoje me inspirei no amor porque é o dia do aniversário da minha mãe.
Mãe! Te dou esse texto de presente.
Te amo!!!

DALE COLORADOOOOO!!!!

Quebrando o silêncio...

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O SILÊNCIO!

O silêncio.

-Cultivar o silêncio!!! – diz o mestre.
-Só com o silêncio conseguimos ouvir o que realmente está sendo dito.
Pois na verdade não existe silêncio! Sempre existe a voz, o Verbo! Ele sempre está falando e ensinando, orientando, avisando e na maioria das vezes rindo.
- Como assim “ele”? - interroga o menino.
- O Verbo!!! Aquele da bíblia: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. (João 1:1)”.
O Verbo é a ordem de todas as coisas, ele fala e acontece. É simples!! E só acontece se Ele fala!! Ou seja, o Verbo vem antes de tudo e todos, é a lei maior, por isso nossa melhor saída é tentar ouvi-lo.
A natureza é o próprio verbo em ação! É só observar e ouvir através dela. O homem é tão idiota que se distanciou tanto do silêncio que se esqueceu como se deve ouvir, mas sua burrice ainda permite ouvir através da natureza. Lamentavelmente ainda existe os que não ouvem e não vêem, aí fica beeem difícil.
-Escute!! Escute!! Escute!!! – então uma rufada de vento assalta o moleque, pegando-o desprevenido enquanto ele admirava, hipnotizado, as palavras do mestre barbudo. O menino chega a cambalear, tamanho sacolejo toma do vento.
-Ouviu? Ouviu? – Pergunta o mestre, curioso como uma criança.
-Hããããã?!? – Se recompõe o menino do tremendo susto.
-HahaHahaH!!! HeheHeheHe!!! HihiHihi... – E o mestre se regozija de tanta alegria. Coloca a mão sobre o ombro do menino.
-Você já aprendeu, é só recordar!! – conclui o mestre beeem feliz.
Indicando a direção, continuam caminhando em silêncio...

segunda-feira, 9 de maio de 2011

A PAIXÃO E O FEIJÃO



"A semente é como a paixão:

A gente planta

E cresce que nem feijão!!"



Obs: Parece que  os brotinhos de feijão estão de braços abertos e que é uma festa!! Heheeee!! Abraço a todos.

sábado, 7 de maio de 2011

PENSENE: pensamento, sentimento e energia!

Uma nova palavra (neologismo) surge para abrilhantar o meio científico da área psi. Termo já consagrado na Conscienciologia, cunhado por Waldo Vieira e aqui coloco meu parecer: PENSENE!!!

PENSAMENTO, SENTIMENTO E ENERGIA são palavras de um vocabulário nobre e abstrato. Como instrumentos indispensáveis de muitos artistas, músicos, poetas e escritores; são ferramentas de trabalhadores árduos na construção de significados, aprimorando e lapidando a evolução do conhecimento humano. Mas a final: O que as palavras - pensamento, sentimento e energia - têm a ver uma com a outra? Como juntá-las?

As 3 são bem diferentes:

Pensamento: qualquer objeto da esfera mental. Um dos atributos da consciência humana. Tecnicamente é avaliado em termos de tipo (mágico ou lógico), curso (encadeado, agregado, desagregado, etc) e conteúdo (idéias).

Sentimento: Sensação do corpo físico, que advém dos 5 sentidos (gosto, sabor, cheiro, toque; o que se vê e o que se escuta) e sua interpretação pela máquina humana. Ferramenta do corpo físico orgânico para avaliar tudo o que está “dentro e fora” (da pele pra dentro e da pele pra fora).

Energia: intensidade, quantidade e qualidade de luz (lucidez), força e poder. Aquilo que faz mover. Fogo!!!
  
Pensamento e sentimento já são bem próximos e facilmente conseguimos enxergá-los interagindo juntos. Mas a energia transforma todo o contexto e aprofunda ainda mais os outros dois, dando um toque científico (da física) trazendo quantidade e qualidade à eles, facilitando a psicometria (medição mental, leitura mental, avaliação).

Oscar Pistorius ganha medalha de ouro nas Paraolimpíadas
Além disso, formam uma tríade, ou um triangulo, onde todos os 3 se inter-relacionam e criam uma nova “forma”, dão origem a uma “outra coisa”, ao PENSENE.
É como uma receita: você mistura arroz, água, sal e esquenta e logo aquilo ganha outro cheiro, outro sabor e novas qualidades.

Apresento-lhes recém saído do forno, um novo pensamento, um novo sentimento e uma nova energia: o
PENSENE.


Qual a importância do PENSENE? Os 3 vértices estão “dentro e fora”, como se projetasse externamente e retornasse para trazer e informar a “percepção”. Um movimento de ioiô constante de troca de informação com o meio externo e interno.
Devem estar equilibrados e harmônicos, pois se um dos vértices estiver com problema, compromete a estrutura e deforma o trígono. PENSENE é tanto para dentro e para fora, ou seja: para fora serve como uma maneira de avaliar e modificar o meio externo incluindo as outras pessoas (como está o PENSENE de determinado local ou determinada pessoa?) e para dentro serve como uma auto avaliação crítica e terapêutica, pois sempre devemos manter os 3 equilibrados.




Equilíbrio pensênico interno: Pensar e sentir com vontade!! De que adianta pensar e sentir sem ter vontade (apatia)? Ou sentir e ter vontade, mas não saber do que (ansiedade)? Ou querer devorar um prato de comida mas não sentir o gosto (voracidade)?

Equilíbrio pensênico externo: Avaliar o local em que se encontra para entrar em harmonia com ele, seja se adaptando ou desfrutando, agindo de forma ativa ou passiva. Interagir com o meio de forma adequada e prazerosa.

Caixa de texto: A escola Samkhya do Yôga propõe que o Universo é composto de duas realidades imutáveis, chamadas Purusha e Prakriti. Purusha é considerado o centro da consciência, a verdadeira identidade de todo ser vivo, enquanto que Prakrti é a fonte de toda a existência material.O PENSENE é um instrumento de captação e de ação, servindo tanto para “ler” (de forma passiva) como para “fazer” (de forma ativa). Algumas técnicas práticas corporais e mentais, como o Yôga, servem para exercitar o PENSENE equilibrando a mente o corpo e espírito, percebendo e interagindo melhor comsigo e com o meio onde vive.

Não podemos deixar de relembrar essa nova visão da Conscienciologia, confirmada pela física quântica, que “o nosso pensamento é que cria a realidade interna e externa”. Acrescentando sentimento e energia nessa criação, aí sim, realmente estaremos fazendo a diferença!!

Aplique o PENSENE a “qualquer coisa” em termos de pensamento, sentimento e energia e verifique o resultado! Isso irá fazer você viver mais intensamente o aqui e o agora, com mais lucidez, chegando mais próximo e modificando a realidade!!